sábado, 18 de março de 2017

Quem tem medo de falar em público? Publicação do Livro: "Vou falar em público, E Agora?"

Olá, tudo bom? Já tem um tempinho que não nos falamos por aqui né?


Mas, quero te fazer uma pergunta que pode auxiliar a mudar a vida de muitas pessoas... inclusive a sua!


E se você pudesse ajudar a formar um mundo melhor? Sabia que boa parte das discussões poderia ser resolvida com uma melhor comunicação entre as pessoas? E se você pudesse se tornar um excelente comunicador superando o medo de falar em público e conseguisse expor suas ideias em qualquer lugar, quão bom isso poderia ser?


Saiba que você pode! Participe agora da realização desse sonho que é contribuir para um mundo melhor auxiliando pessoas a se desenvolverem e superarem o seu medo de falar em público! Venha SONHAR com a gente e auxilie a FORMAR NOVOS COMUNICADORES!


CLIQUE AQUI PARA PARTICIPAR DESSE SONHO!


Começamos agora uma campanha para realizar esse sonho juntos...


A publicação desse livro: "Vou Falar em Público, E Agora?" é o primeiro passo que a nossa empresa SONHAR está dando para auxiliar na construção de um mundo melhor a partir do desenvolvimento humano daqueles que estão perto de nós, mas também de todos aqueles que desejarem e se dispuserem a isso!


A "vaquinha On-line" serve para realizar sonhos e também serve para agradecer a cada um que participar dessa construção. Só para lhe dar um exemplo, se você doar R$ 50,00 além de receber o livro, por SEDEX, na sua casa, você terá acesso prévio a todo o conteúdo através da versão virtual dele, ao passo que se você quiser ter acesso apenas à versão virtual, poderá doar apenas R$ 15,00 e receber todo o conteúdo transformador que preparamos!


Se você quiser contribuir e receber ótimos prêmios por isso... será muito bom! Mas, ter você fazendo barulho com a gente, será ótimo! Compartilhe esse e-mail com alguém que você saiba que deseja se desenvolver ou que tenha medo de falar em público. Com Certeza essa pessoa ficará eternamente agradecida!


CLIQUE AQUI PARA PARTICIPAR DESSE SONHO!


Te esperamos no Kickante! ;)



 

Abraços,


Sandro Felipe!

 

" Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim ".

Francisco Cândido Xavier

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Minha forma de lhe desejar um Feliz Natal! Que possamos estar JUNTOS em 2016!!!

Share
Tweet
Forward

Se é assim que tem sido o seu natal...

esse e-mail é especialmente feito para você!!!

Final de ano e, mesmo passando todo o ano tentando economizar, chega esse período e acabamos derrapando em algumas falhas e deixamos de tomar alguns cuidados com relação ao nosso dinheiro.

Encontrei dois artigos legais falando sobre dinheiro e natal que gostaria de compartilhar com vocês!

Clique Aqui: 10 Dicas para o Seu Bolso!
Fim de ano é época de relaxar e aproveitar um tempo de descanso. Mas é preciso tomar cuidado para que a descontração, o clima festivo e os apelos comerciais não levem a excessos financeiros, que vão dar dor de cabeça depois...
Os consultores financeiros Mauro Calil, criador da Academia do Dinheiro, e Valter Police, orientador certificado pelo Instituto Brasileiro de Certificação de Profissionais Financeiros (IBCPF) dão dez dicas para que seu bolso também tenha um feliz Natal, assim como você:

1 – Faça um orçamento detalhado

São muitos os compromissos, os presentes, as compras e alimentos e outras maneiras imagináveis de se gastar dinheiro nessa época do ano. Segundo Calil, a regra de ouro para evitar apuros quando a ressaca das festas passar é fazer um orçamento detalhado do que se pretende gastar. Tudo entra na lista: presente do amigo secreto, da família, enfeites para a casa, alimentos para a ceia, roupas para as festas de fim de ano, etc. Assim, evita-se a surpresa desagradável ao consultar o saldo bancário depois das festas. "O planejamento agora contém os impulsos e evita o desespero depois."

A segunda parte da dica, segundo Police, é impor a si mesmo um limite para gastos. "Nessa época do ano, as pessoas estão com mais dinheiro na mão por causa do 13º, do bônus, da participação nos lucros, e ficam mais propensas a gastar", observa. Segundo o consultor, mesmo nessa época de fartura, é bom estabelecer um valor definido para todos os gastos e se manter fiel a esse limite.

2 – Lembre-se: a fatura vem em janeiro

Quem não é fiel às estimativas de gastos feitas ao elaborar o orçamento "tem, em janeiro, uma ressaca maior do que a causada pelo espumante nas festas", afirma Police. Se boa parte das compras de Natal for feita no cartão de crédito, é melhor estar preparado. Sobretudo porque, em janeiro, outras despesas grandes, como impostos da casa e do carro, matrículas em escolas, material escolar, dentre outras, podem desequilibrar o bolso.

Começar o ano já no vermelho, segundo Police, quebra qualquer promessa de ano novo de colocar a vida financeira em ordem. "O desânimo de ver o descontrole faz com que haja grande chance de o ano terminar como começou", alerta.

3 – Cuidado com compras pequenas

Segundo Calil, os grandes gastos com presentes costumam ser mais previsíveis, e as pessoas até fazem provisões para isso. Os vilões dessa época do ano, geralmente, são as compras menores. "De enfeite em enfeite, que custam só R$ 10 ou R$ 20, no fim das compras, a pessoa toma um susto ao ver que gastou R$ 300, principalmente se as compras forem feitas em lojas diferentes, sem que a pessoa tenha tempo de calcular o valor final", lembra o orientador.

4 – Não caia na armadilha do "eu mereço"

O ano foi duro, a empresa, a família, a pós-graduação exigiram demais, e agora é hora da merecida recompensa, que virá após uma tarde no shopping, certo? Não poderia estar mais errado. "Não caia na armadilha do 'eu mereço'", diz Police. "Nós merecemos muita coisa, é verdade, mas, mesmo merecendo, temos que nos perguntar se podemos comprar", lembra o consultor.

Se a resposta for "sim", não há problema em se permitir alguns luxos. "Mas se for não, é bom ser honesto e manter a cabeça no lugar", diz.

5 – Aproveite para planejar ano que vem

Police faz ainda uma sugestão: aproveite essa data para montar um plano financeiro para o ano seguinte, com destaque para o quanto se pretende poupar ao longo do ano. "Se fizer isso, no fim do ano que vem, em vez de pular as sete ondas pedindo dinheiro, poderá pedir apenas força de vontade, porque dinheiro, o próprio planejamento vai trazer."

6 – Privilegie eventos

Amigo secreto da família, da empresa, do curso de idioma, da pós-graduação, lembrancinhas de despedida aos colegas de trabalho são apenas alguns dos muitos compromissos financeiros que aparecem no fim do ano. Para Calil, uma boa tática, nesse caso, é privilegiar os eventos. "Você não precisa – e talvez nem consiga – participar de todos esses eventos, então, privilegie os dois ou três mais importantes e, gentilmente, recuse os demais, para não pesar no bolso."

7 – Pesquise preços

Outra recomendação importante feita por Police é ir atrás dos melhores preços, consultando várias lojas. Para isso, contudo, é preciso ser organizado e evitar comprar os presentes de Natal em cima da hora, sujeitando-se a pagar qualquer valor para conseguir os artigos.

8 – Adie as compras, se puder

Se for possível adiar as compras de Natal, faça isso. Calil lembra que muitas lojas fazem boas promoções logo depois e, embora a variedade não seja a mesma, os preços são bem melhores. "Tem pessoas que você só vai encontrar depois do Natal, ou do Ano Novo, então, terá essa semana de intervalo para comprar os presentes com um bom desconto, que pode chegar a 30% em alguns casos."

9 – Evite pegar férias agora

Segundo Police, se não houver necessidade de tirar férias agora, melhor aproveitar apenas os dias de folga na semana do Natal e do Ano Novo. "Quando a pessoa tira férias, recebe antecipadamente o valor referente ao período, que aumenta a quantidade de dinheiro disponível para gastar no fim do ano", observa. "Isso potencializa os problemas e reduz as soluções." Em janeiro, quando vierem as despesas típicas da época, mais as de cartões de crédito, mas o salário será bem menor, por conta do período sem trabalhar.

10 – Invista mais tempo e menos dinheiro

A dica final de Police é para quem está com o orçamento apertado, mas não abre mão de presentear. "Se a pessoa tiver tempo para pesquisar, consegue bons presentes com custos menores", diz. "Os presentes inesquecíveis nem sempre são os caros, mas os que têm significado", lembra o planejador financeiro. Ele cita como exemplo a possibilidade de dar de presente um bom porta-retratos, com uma bela foto e uma dedicatória escrita no verso da imagem. "Normalmente, dinheiro não deveria ser um medidor de qualidade do presente, mas o problema é que a gente entra nesse ritmo maluco de consumo, comércio, e o Natal não tem nada a ver com isso", diz. "É uma hora para mostrar sentimentos, não o cartão de crédito."

Clique Aqui: 13 dicas Contra o SuperIndividamento
O endividamento no Natal do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e do portal Meu Bolso Feliz, quase a metade dos entrevistados (48%) afirmam que vão abrir mão do débito e do dinheiro para comprar os presentes de natal a prazo

O impacto das compras de fim de ano no orçamento dos consumidores brasileiros não deve ser subestimado. De acordo com um detalhamento exclusivo da pesquisa sobre o endividamento no Natal do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e do portal Meu Bolso Feliz, quase a metade dos entrevistados (48%) afirmam que vão abrir mão do débito e do dinheiro para comprar os presentes de natal a prazo. Considerando apenas os homens, esse hábito é ainda maisfrequente , chegando a 54% dos entrevistados.

Com uma média de 4,9 parcelas por compra, esses consumidores devem pagar as parcelas até o mês de maio do ano que vem.  De acordo com o estudo, as despesas com o Natal do ano passado já levaram 39% desses endividados ― pessoas que têm parcelas a pagar ― a terem o nome incluído em entidades de proteção ao crédito.

Segundo a economista-chefe do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), Marcela Kawauti, o brasileiro deve fugir do superindividamento para não ter uma surpresa desagradável no início do ano que vem. "O orçamento doméstico costuma apertar no começo do ano com a cobrança de impostos como IPTU, IPVA e despesas com matrícula e material escolar. Se a pessoa não tem uma boa reserva para contar, acaba ficando inadimplente", explica Kawauti.

CONFIRA DICAS DOS ESPECIALISTAS DO SPC PARA EVITAR O SUPERINDIVIDAMENTO NO FINAL DE ANO:

Antes de ir às compras:

1- Faça um levantamento de suas dívidas e quite-as com o 13º.

2- Anote todos os compromissos (já sabidos) do começo de ano tais como matrículas, material escolar, IPVA, IPTU etc.

3- Lembre-se (principalmente os autônomos) que no começo do ano o faturamento pode ser fraco

4- Faça a lista das pessoas que quer presentear, liste as prioridades, e tenha foco para não estourar seu orçamento.

5- Sabendo de tudo isso, fixe um limite para seus gastos com presentes

 

Durante as compras:

1- Presenteie com aquilo que caiba no seu bolso

2- Some o que está gastando para evitar surpresas depois

3- Evite parcelar em muitas vezes, pois passadas as festas a dívida fica

4- Evite as compras por impulso. Lembre-se que nesta época do ano os incentivos para comprar são muito grandes. Mantenha o controle.

 

Nas comemorações:

1- Cada um leva um prato, as bebidas ou a sobremesa. Não queira bancar tudo sozinho

2- É possível fazer uma bela ceia a um custo razoável fazendo-se uma pesquisa e compras antecipadas. Não deixe para a última hora

3- Planejando dá para fazer muita coisa em casa. Encomendas ou restaurantes podem sair muito caro

4- Não custa nada lembrar que depois do Natal vem o réveillon com mais gastos, então é bom incluir estas despesas no seu planejamento. Seu bolso vai agradecer.







This email was sent to sandrocefet.juventudes@blogger.com
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
Nas Nuves · rua cristiano buys · Salvador, KY 41650000 · Brazil

Email Marketing Powered by MailChimp

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

★ Postagem no blog das Juventudes espírita da bahia, Sandro Felipe De Oliveira Servilho te mandou uma mensagem

Sandro Felipe De Oliveira Servilho te mandou uma mensagem

Responda agora mesmo no Badoo Chat! Utilize o bate-papo e leia agora a mensagem que você recebeu:

MOSTRAR MENSAGEM



Este e-mail foi enviado por Sandro Felipe De Oliveira Servilho. Se você recebeu este e-mail por engano, por favor ignore. Em breve a mensagem será removida do sistema.

Divirta-se,
A Equipe Badoo

E-mail enviado por Badoo Trading Limited. Se não quer mais receber e-mails do Badoo, por favor clique aqui para sair.
Badoo Trading Limited é uma empresa registrada na Inglaterra e País de Gales com CRN 7540255. Endereço: Media Village, 131 - 151 Great Titchfield Street, Londres, W1W 5BB.